Maskne: o que é, porque surge e como tratar


Maskne é um dos efeitos colaterais do uso contínuo da máscara de proteção à Covid-19. Perceba o que o faz aparecer e descubra como pode tratá-lo.



Talvez até já tenha reparado que a sua pele está mais reativa, que ficou com cravou ou mais espinhas desde que começou a utilizar a máscara de proteção à Covid-19. Estamos a falar de “maskne”. Este tipo de acne é mais um dos efeitos colaterais fruto da pandemia e, desta vez, com impacto na pele do rosto.


Com o uso contínuo da máscara que nos protege do coronavírus, a pele fica com mais poros, comedões ou cravos e, se notou alguma destas alterações, é provável que esteja a sofrer de maskne, que resulta da junção das palavras máscara e acne.


O maskne ou acne por uso de máscara é um tipo de acne que aparece ou acentua a já existente, devido ao uso continuado deste novo acessório, que passou a fazer parte do nosso quotidiano. Como a nossa pele não está habituada ao seu uso e como a mesma causa falta de oxigenação, a pele acaba por respirar menos.


Além disso, o atrito da pele com a máscara aumenta o risco de infeção por bactérias na nossa derme. Em suma, quando falamos ou respiramos, a máscara tende a reter muito ar quente, o que, além de incomodar, cria um ambiente ideal para o crescimento de bactérias e ácaros da pele. Como resultado, os poros ficam obstruídos, facilitando o aparecimento de espinhas e comedões.



Limpeza de pele: profunda ou diária?



Existem máscaras que vão ajudar a evitar acne

O maskne vai afetar mais quem tem o tipo de pele oleoso ou quem tem ou já sofreu de rosácea. Na pele mais grossa, a acne pode formar-se na última cama da derme, criando micropápulas. O stress e a ansiedade são também seus promotores, uma vez que alteram as glândulas sebáceas e favorecem a produção de acne que, juntamente com o uso da máscara, desencadeia o aparecimento de acne.


Outros fatores, como o clima mais quente, vão também promover um aumento da temperatura entre a máscara e a pele, provocando uma maior proliferação de bactérias na derme. Mesmo se estiver a passar por algum processo de tratamento para a acne, a pele fica mais sensível e pode tornar-se mais reativa com o uso da máscara.


As máscaras sintéticas ou derivadas de plástico geram mais oclusão e irritação, sendo por isso desaconselhadas. As máscaras de algodão são indicadas para quem tem a pele mais sensível. As máscaras cirúrgicas, brancas de um lado e azuis do outro, são derivadas de plástico e podem também causar irritação devido ao atrito.



Conhece o seu rosto? Ele é cheio de músculos!



Como e o que fazer para evitar o maskne

Para além de não reutilizar as máscaras descartáveis e da lavagem das mãos com frequência, existem outras coisas que podem ajudam a evitar ou amenizar o maskne:


1 # Limpeza da pele

É importante limpar a pele de manhã e de noite, sempre com produtos não agressivos, para ajudar a reduzir a proliferação de bactérias. A higiene é vital e a pele deve ser limpa com produtos e cosméticos não irritantes e sem sabonete, limitando os produtos que incluem princípios ativos que, perante o uso da máscara, podem causar mais irritação.


2 # Evitar maquiagem

A maquiagem vai criar oclusão na pele pelo que, no caso da presença de maskne, esta deva ser evitada por algum tempo. Esta é a hora de prescindir da maquiagem e deixar a pele respirar.


3 # Esfoliar a pele

É recomendado o uso de pelo menos duas vezes ao dia, de produtos de higiene não irritante e, duas vezes por semana e preferencialmente à noite, um esfoliante, para ajudar a eliminar a camada mais externa da pele e a desobstruir os poros.


4 # Produtos adequados

Os produtos hidratantes devem ser ligeiramente oclusivos, podendo ser utilizados cremes, soros ou géis de tratamento light compatíveis com cada tipo de pele e, de preferência, sob orientação de um profissional qualificado.



Orientação da Organização Mundial de Saúde para o uso correto das máscaras de proteção

  • Lave as mãos antes de colocar a máscara

  • Aplique a máscara com cuidado, certificando-se de que ela cobre a boca e o nariz

  • Não toque na máscara enquanto a estiver a usar

  • Para remover a máscara, tire por trás sem tocar na frente

  • Depois de a remover ou sempre que acidentalmente toque nela, limpe as mãos com uma solução alcoólica ou lave-as com água e sabão

  • Troque sua máscara assim que molhar

  • Não reutilize máscaras descartáveis

  • Descarte a máscara descartável imediatamente após removê-la


É verdade que atravessamos agora uma fase de desconfinamento gradual, com vista a uma mudança de cenário face à pandemia provocada pela Covid-19, porém, é nesta fase que necessitamos de estar mais alertas e não baixar a guarda, por nós e por quem está ao nosso redor.



Saiba mais sobre rejuvenescimento da pele sem cirurgia



No espaço Isabel Lopes – Loft pode aproveitar para cuidar da sua pele e dar-lhe o ar jovial que tanto merece. Marque uma limpeza de pele ou uma hidratação e entregue-se nas mãos das melhores profissionais da área.


13 visualizações0 comentário