Tudo o que deve saber sobre spirulina


Descubra o que é, os seus benefícios e como inserir spirulina na sua dieta diária.

Veja tudo o que precisa de saber sobre este superalimento.



Talvez ainda seja um nome novo para si, mas a spirulina tem invadido o quotidiano de muitas pessoas, sendo introduzida na alimentação das mais variadas formas. Trata-se de uma microalga que se define cientificamente como o superalimento do futuro, estatuto que recebeu graças às suas propriedades nutricionais, reconhecido inclusive pela Organização Mundial de Saúde.


Os benefícios desta alga unicelular, de cor ver-azulada devido à presença da clorofila, que lhe dá a cor verde e, da ficocianina, que lhe confere a cor azulada, promove a produção de proteínas em função das necessidades de água. Do ponto de vista ecológico é também muito interessante, uma vez que reduz o CO2 atmosférico e os seus resíduos são praticamente nulos.



Conhece estas 4 dietas alimentares populares?



Descubra as principais propriedades da spirulina


  • Os seus nutrientes são facilmente e rapidamente absorvidos e assimilados;

  • É a maior fonte de proteínas (65%) com os 8 aminoácidos essenciais;

  • A biodisponibilidade do ferro é 60% maior do que qualquer outra fonte;

  • Muito rico em vitaminas A, B1, B2, B3, B5, B6, B9, B12, E, D e K;

  • Contém grandes quantidades de betacaroteno;

  • É extremamente rico em cálcio, magnésio, potássio, ferro, fósforo e fornece uma grande variedade de oligoelementos;

  • É baixo em gorduras;

  • Contém ómega-6.


Vantagens do uso da spirulina na dieta diária

  • Combate o cansaço e a fadiga mental;

  • Ativa os mecanismos de desintoxicação do organismo;

  • Possui propriedades hipolipemiantes e antinflamatórias;

  • Atua como um poderoso aliado para a saúde dos olhos;

  • Ajuda nos estados anémicos, graças ao aporte de ferro e outros oligoelementos;

  • Alia no controlo de peso, regulando o metabolismo e reduzindo o apetite naturalmente;

  • Auxilia o trabalho da flora intestinal;

  • Ajuda a melhorar a resistência e o desempenho atlético;

  • É um poderoso antioxidante.



Como utilizar a alga milagrosa?

Encontra spirulina à venda a forma de cápsulas, comprimidos, granulados ou pó para misturar em alimentos ou bebidas líquidas. Pode ser adquirido fresco ou seco, para uso em preparações culinárias. A dose usual é de 3 até 5 gramas por dia, sendo que em atletas pode ser aumentado até 10 g / dia de acordo com a necessidade e temporada.


Contraindicações do uso da spirulina

Como em tudo, o que é usado em excesso pode fazer mal à nossa saúde. além disso, a spirulina não deve ser utilizada durante a gravidez, lactação ou em crianças, podendo causar reações alérgicas em algumas pessoas, embora seja raro. Se for alérgico a iodo ou marisco não deve consumir também.


Pessoas que apresentam a doença genética fenilcetonúria, que são incapazes de metabolizar o aminoácido fenilalanina, não devem fazer o uso da spirulina. O mesmo é válido para transplantados e para quem sofre de lúpus, artrite reumatoide, esclerose múltipla ou outra doença autoimune, uma vez que a spirulina tende a estimular o sistema Imunológico.


Efeitos colaterais possíveis

A spirulina pode provocar febre, já que o alto teor de proteína aumenta o metabolismo, pode elevar a temperatura corporal, gases e fezes escuras, pelo fato de ajudar a remover resíduos acumulados no cólon, podendo até ser da cor verde por conta da clorofila.


Pode também registar sonolência, graças à sua propriedade desintoxicante, ou até mesmo excitação, pela conversão do seu conteúdo proteico em energia térmica. Algumas pessoas relatam ainda sudorese, insónia, dor de cabeça, reações alérgicas e dor muscular.



Descubra como combater a retenção de líquidos



4 Dicas essenciais antes de introduzir a spirulina na sua alimentação


1. Consulte um nutricionista antes de fazer o uso da spirulina e respeite a prescrição recomendada;


2. Para otimizar os seus benefícios para o emagrecimento, prefira consumi-la durante o dia;


3. A spirulina em pó pode ser incorporada em smoothies, saladas, sopas, frutas e vegetais ou misturada com água;


4. A fim de minimizar possíveis efeitos indesejáveis da spirulina, evite tomar doses elevadas da mesma.



3 receitas com spirulina para colocar em prática


Green Detox

Este sumo verde ou sumo detox é uma das receitas mais conhecidas que inclui esta super alga. Entre incluir os vegetais e fruta que mais gostar, tente juntar-lhe espinafres, aipo, ananás, maçã, água e, no que respeita à spirulina, uma colher de chá.


Triture tudo na liquidificadora e obtenha um shot de minerais e vitaminas logo pela manhã. Num outro dia ou caso não aprecie bebidas tão doces, pode experimentar outras misturas como espinafres, água, limão, gengibre e spirulina.


Tosta de abacate

O abacate é um fruto rico em gorduras boas e repleto de benefícios. Se aprecia abacate e se precisa de soluções rápidas e práticas para o dia a dia, experimente esta combinação em que simplesmente desfaz o abacate ao ponto de pasta e junta uma colher de chá de spirulina. Desta forma vai conseguir um boost de proteína e vitaminas para começar o dia em grande.


Pesto com spirulina

Prepare pratos de massa ou zoodles de vegetais com um delicioso pesto com spirulina. Pode encontrar já pronto ou fazer o seu próprio pesto em casa, seguindo uma receita tradicional de pesto.


Caso compre já pronto, basta então juntar um pouco do molho pesto com uma colher de azeite e uma colher de chá de spirulina em pó. Aqueça tudo numa panela onde vai juntar a massa ou os zoodles. No final pode ainda servir com um topping nozes de pecã e pinhões para ficar crocante.



Estes são os melhores alimentos para uma pele saudável



Marque uma consulta de avaliação com a nossa nutricionista, esclareça qualquer dúvida que ainda possa ter sobre a spirulina e a sua utilização, e receba um acompanhamento adequado e personalizado.


12 visualizações0 comentário