Reduzir medidas e modelar o corpo com a eletroestimulação


Seja para praticantes de exercício físico ou não, a eletroestimulação ajuda a reduzir e modelar o corpo. Veja como ter um corpo definido e sem esforço.



A eletroestimulação muscular, também conhecida como EMS, conquista cada vez mais apreciadores, pela forma que oferece de ativar a capacidade das fibras musculares e, portanto, melhorar a performance nas atividades físicas e até ajudar a perder gordura, reduzir celulite e ganhar força.


Assim, a eletroestimulação consiste na aplicação de um impulso elétrico que pode ser de baixa ou média frequência, promovendo uma intensa contração dos músculos e ativando quase que 100% das fibras musculares.


O método melhora a força, a resistência e a potência, ativando músculos que não costumam ser ativados no treinamento convencional, como num ginásio, sem causar stress para as articulações.



Passo a passo para uma rotina anti celulite



As vantagens da eletroestimulação

A eletroestimulação é recomendada para ganhar força e massa magra, perder gordura e reduzir celulite. Mais vai além dos fins estéticos! A EMS ajuda a aliviar dores nas costas, a recuperação pós-parto e à reabilitação de lesão.


Destaca-se, também, a economia de tempo para obtenção de tais resultados, já que a eletroestimulação funciona com uma contração muscular involuntária, podendo chegar a até 30 vezes mais forte a quebra da fibra muscular e trabalhando até 350 músculos ao mesmo tempo. Na verdade, funciona como um treino de 25 minutos mais intenso do que uma hora num ginásio.


Em suma, os objetivos da eletroestimulação são estimular os músculos e assim, com o gasto energético, evitar a flacidez e melhorar a insuficiência venosa. Como consequência disso os músculos adquirem força e resistência.


Por todas as vantagens associadas, a eletroestimulação passou a ser utilizada como método estético para emagrecer e para combater a celulite e a gordura localizada. Porém, deve ser utilizada como um complemento a uma dieta saudável e equilibrada.


Quando esta tecnologia é utilizada como método para perda de volume, deve ser complementada com massagens de drenagem que ajudem a eliminar a gordura que se dissolveu com o uso do dispositivo eletroestimulador.



Também existem estudos científicos sobre a eletroestimulação

A EMS tem sido usada há décadas nas áreas de medicina desportiva e reabilitação, ao longo dos últimos 10 anos foram efetuadas imensas investigações na sua aplicação, provando a sua eficácia científica, que se estende agora ao mundo da estética.


Após 6 semanas de sessões em diferentes indivíduos verificou-se:


  • 82,3% tiveram uma redução de dores nas costas e, em muitos casos, essa dor desapareceu;

  • 75,8% melhoraram a sua incontinência urinária, sendo que 33% deixaram de ter incontinência;

  • A força máxima aumentou em 12,2%;

  • A força muscular aumentou em 69,3%;

  • A tensão foi reduzida em 83%;

  • 86,8% teve efeitos positivos sobre o contorno do corpo.



Prepare um corpo perfeito para o verão



Contraindicações da eletroestimulação

× Doenças cardiorrespiratórias;

× Implantes médicos;

× Gravidez;

× Epilepsia;

× Distúrbios circulatórios graves;

× Hérnia de parede abdominal ou hérnia inguinal;

× Tuberculose;

× Doenças tumorais;

× Arteriosclerose em fase avançada, distúrbios circulatórios arteriais;

× Doenças neurológicas graves;

× Diabetes mellitus;

× Sangramento, aumento da tendência para hemorragias (hemofilia);

× Doenças hepáticas e renais;

× Feridas, inflamações, queimaduras, irritações ou eczemas na área do elétrodo.


Como funciona a SEM na estética

Sem exercício e de forma indolor, o corpo é induzido a queimar a gordura indesejada e a tonificar os músculos em zonas como abdómen, ancas, coxas, peito ou braços.


A eletroestimulação utiliza dois processos tecnológicos distintos que, trabalhando em perfeita união, produzem uma maior eficácia. Uma forte e eficaz estimulação muscular é produzida pelas correntes de Kotz.


As correntes elétricas aplicadas no corpo, também chamadas de microcorentes, são bastante utilizadas na estética. A sua principal característica é ser subsensorial, ou seja, não há excitação da inervação periférica, portanto não causa desconforto durante a aplicação.



Marque a sua sessão de avaliação!



Lembre-se que a mente deve acompanhar o seu processo de mudança corporal, para que não volte ao seu “antigo eu”. Desenvolva hábitos mais saudável e trabalhe a sua mente, para manter a disciplina e o compromisso consigo mesmo.


Posts recentes

Ver tudo