5 doenças de pele mais comuns

Atualizado: Abr 18


Existem doenças de pele que afetam o nosso bem-estar e qualidade de vida. Conheça algumas delas e quais os procedimentos recomendados.



Pessoas de todas as idades são afetadas com doenças de pele, provenientes de causas relacionadas com o ambiente externo ou derivadas de fatores genéticos. A estética pode intervir pela prevenção, como por intervenções, procedimentos e prescrição de cosméticos.


Com um profissional especializado, pode beneficiar de um diagnóstico minucioso e obter orientação para a prevenção e tratamento das diferentes doenças de pele, tal como acontece com o cabelo e com as unhas.


Na estética, os cuidados para com as doenças de pele mais comuns, envolvem uma avaliação de individual e um tratamento personalizado, tendo em conta todas as necessidades e possíveis contraindicações de cada caso.



5 doenças de pele comuns que beneficiam de intervenção estética


Acne

Esta é uma das doenças de pele conhecida por muitas pessoas. Quando a acne deixa de ser um mero incómodo estético, pode significar dor e trazer comprometimentos a nível emocional, tal como afetar as relações sociais.


A atividade hormonal é o seu grande impulsionador, tendo maior incidência na adolescência. Contudo, principalmente na mulher adulta, esta é uma das doenças de pele comum a partir dos 25 anos de idade. Neste caso, é necessária uma avaliação dos níveis hormonais e rever os cosméticos utilizados.


A exposição solar, o contacto com produtos desadequados e o stress do quotidiano, são fatores que também impulsionam a acne. Com cuidados preventivos e um tratamento apropriado, as consequências relacionadas com esta problemática reduzem significativamente.



Conheça o Oil Control Treatment



Micose

Os fungos são os principais responsáveis pelo surgimento de micoses. Quando esta doença de pele surge, o seu tratamento é lento, podendo levar bastante tempo até ser possível a sua total solução.


Dependendo da região onde surge, a micose pode afetar bastante a vida de quem sofre desta doença de pele. Quando surge na unha, provoca dor e dificulta o uso de calçado, para além de atividades como conduzir ou trabalhar.


Existem vários tipos de micoses, e um profissional qualificado saberá orientá-lo para a procura de cuidados médicos, caso a situação assim a exija, uma vez que as pomadas antifúngicas nem sempre são suficientes. Cuidar de forma regular da saúde da sua pele, previne o aparecimento de micoses.


Psoríase

Esta é uma das doenças de pele que incide numa inflamação crónica em algumas regiões, acionada pelas próprias células de defesa do organismo. A pele que se acumula descasca, provoca comichão e dor. Surge habitualmente em cotovelos, joelhos, costas, couro cabeludo e sobrancelhas, podendo afetar ainda unhas e até os genitais.


O pico de incidência ocorre em torno dos 40 anos de idade. Para além da influência genética, o stress, infeções, alterações metabólicas e traumas na pele impulsionam o surgimento da psoríase.


Os graus mais leves desta doença de pele podem ser tratados pela hidratação, evitando o ressecamento da pele. A psoríase não tem cura, mas a estética consegue intervir e auxiliar os portadores da doença a ter uma vida de maior qualidade e bem-estar.


Dermatite

As inflamações na pele são designadas por dermatites. Pode tratar-se de dermatite atópica, que surge sem motivo aparente e normalmente está relacionada a crises de rinite e asma, sendo mais preocupante entre crianças.


Nos adultos, nas doenças de pele comuns encontra-se a dermatite de contacto, que diz respeito a uma irritação que aparece depois da exposição a uma substância ou tecido, como perfumes, lãs e outros. A pele fica vermelha, arde, pode descascar e até formar bolhas.


Por fim, temos a dermatite seborreica, comummente chamada de caspa, ocorrendo a descamação do couro cabeludo e sobrancelhas. A causa deste tipo de dermatite pode relacionar-se com o stress do quotidiano.


Experimente uma massagem com pedras quentes, de relaxamento ou uma thai massagem, com intuito de diminuir o stress e ansiedade.



Celulite

A celulite não é apenas um incómodo estético que surge geralmente nas zonas das coxas e nádegas. Esta passa a ser uma das doenças de pele que atinge várias pessoas, quando passa a uma infeção cutânea aguda, acompanhada de inchaço, dor e febre.


Quando a infeção ocorre, estamos perante o ataque de uma bactéria que pode atingir idosos, diabéticos, obesos e outros que tenham a sua circulação comprometida. Na presença da infeção, o profissional de estética qualificado vai orientar para o pessoal médico especializado, com intuito de combate-la com recurso a antibióticos.


Para a prevenção da infeção, existem diferentes tratamentos que promovem a estimulação do sistema imunitário e linfático, com vista à eliminação das toxinas produzidas e acumuladas no corpo. Entre eles encontra-se a drenagem linfática manual, a massagem anti-celulítica, a massagem turbinada, entre outros.



Veja aqui todos os tratamentos disponíveis


38 visualizações0 comentário